28.02.2018
Filho de gaúcho Marcos Daniel avança e busca seguir os passos do pai recordista no Campeonato Internacional Juvenil de Tênis de Porto Alegre


Filho de um dos maiores vencedores do Campeonato Internacional Juvenil de Tênis de Porto Alegre, Davi Daniel, de 10 anos, venceu seu primeiro jogo, nesta quarta-feira, nas quadras da Sogipa, pela categoria 12 anos masculino. O gaúcho, que é filho do ex-tenista profissional Marcos Daniel, que alcançou a 56º lugar no ranking mundial e detém o recorde de sete títulos na competição juvenil (quatro em simples e três em duplas), ganhou do paulista Jacopo Fiorini por um duplo 6/1 e agora enfrenta nesta quinta-feira, pelas oitavas de final, o também paulista, Ettore Danesi, quarto favorito da categoria.

Sobre ser filho de um jogador que fez história no torneio, Davi diz que não se sente pressionado e que isto serve de inspiração: "Estou acostumado. Já ganhei dois títulos ano passado, sei que é difícil, mas farei o possível para bater seu recorde, brinca o tenista.

Em relação ao seu jogo, acredita que fez uma boa estréia e que evoluiu em relação à semana passada. Foi vice-campeão em Caxias do Sul. – Estou num processo de progresso quanto ao meu jogo. Há três a quatro meses que estou trabalhando mais forte. Treino com meu técnico, Gustavo Simonetti, umas três a quatro vezes por semana, além de bater bola com meu pai quase todos os dias, informa.

Para ele, ser treinado também pelo pai é uma honra, já que Marcos foi um ex-tenista profissional. – Tenho confiança no que ele me passa, pode me ensinar bastante coisa, ele já viveu este momento, sabe os prós e contras do circuito, além da relação entre nós é excelente. Sei separar a parte de pai e treinador.

Davi, que este ano conseguiu bons resultados em torneios nacionais, quer ir mais longe e tem grandes objetivos para a temporada. Segundo Marcos Daniel, jogar torneios fora do país está em uma das metas para este ano. – É uma fase importante para desenvolver o atleta, independente do resultado, assim ele vai ganhar mais experiência. Quero dar ferramentas para ele jogar um tênis redondo, mesmo sendo primeiro ano na categoria 12 anos. Não estamos preocupados com ranking, mas com estes resultados temos chance de representar o país em alguma competição entre nações e enfrentar adversários de um nível mais forte. Assim também podemos ver que grau está seu tênis, finaliza.

O Brasil não tem mais representantes na categoria 14 anos feminina do Campeonato Internacional Juvenil de Tênis de Porto Alegre. Carolina Xavier Laydner perdeu hoje à tarde, pela segunda rodada do torneio e deu adeus a competição. A catarinense foi eliminada pela peruana Alessia Martinez, terceira cabeça de chave, em dois sets, placar de 6x0 e 6x3. As duas favoritas da categoria ganharam seus jogos facilmente e estão nas quartas de final. Cabeça-de-chave número um, a boliviana Gabriela Flores venceu a peruana Daniela Rubio, parciais de 6x3 e 6x1 e enfrenta a colombiana Isabella Ortiz, oitava pré-classificada em busca de vaga na semifinal. A segunda favorita, a colombiana Valéria Carreno passou pela tenista da Guatemala, por um duplo 6x1 e encara a paraguaia Paulina Martinessi, sétima cabeça-de-chave.

Quatro brasileiras buscam a semi nos 16 anos

Pela categoria 16 anos feminina do Campeonato Internacional Juvenil de Tênis de Porto Alegre, o Brasil por enquanto está sendo bem representado e quatro tenistas ainda têm chances de titulo na capital gaúcha.A paulista Camilla Bossi, as gaúchas Isadora Machado e Sofia Mendonça e a mineira Clara Penido fizeram o dever de casa e alcançaram as quartas de final do torneio.

Camilla Bossi, melhor brasileira no ranking Cosat, em confronto entre duas paulistas, passou por Giovana Oliveira facilmente, em dois sets, placar de 6/0 6/1. Na busca de vaga na semifinal joga contra a peruana Maria de La Torre Ugarte, sétima cabeça de chave. Em um jogo de duas mineras, quem levou a melhor foi Clara Penido, quinta pré-classificada, que venceu Thaly Menache, por um duplo 6/3. Na próxima fase enfrenta a peruana Daianne Hayashida, terceira cabeça de chave.

Já no jogo entre duas gaúchas, Isadora Machado ganhou de Riana Tornquist, placar de 6/0 6/1. Sua próxima adversária é a peruana Karen Siu, segunda favorita. A também gaúcha Sofia Mendonça venceu a paraguaia Karin Lampert, parciais de 6/3 6/2. Pela próxima rodada o desafio é contra a principal favorita, a uruguaia que vem de título em Caxias do Sul, Guilhermina Grant.

05.03.2018
Neta de tricampeão de Fórmula 1, Helena Piquet é vice de duplas no Campeonato Internacional Juvenil de Tênis de Porto Alegre

04.03.2018
Argentino Baez e canadense Fernandez conquistam a 35ª edição do Campeonato Internacional Juvenil de Tênis de Porto Alegre

03.03.2018
Definidas as duplas campeãs nos 18 anos do Campeonato Internacional Juvenil de Tênis de Porto Alegre

03.03.2018
Embalado, Baez decide o título contra surpresa dominicana na 35ª edição do Campeonato Internacional Juvenil de Porto Alegre

03.03.2018
Gaúcha perde para favorita e é vice-campeã nos 16 anos na Sogipa

PATROCÍNIO
APOIO REALIZAÇÃO

SEDES

Federação Gaúcha de Tênis Federação Gaúcha de Tênis
ORGÃOS
OFICIAIS

ITF Tennis
Confederación Sudamericana de Tenis
Confederación Sudamericana de Tenis
Federação Gaúcha de Tênis


ORGANIZAÇÃO

Protênis Promoções Esportivas